...Entre Esperas...

Apresentações:

_Av. Paulista - Maio a Junho/2016

_Av. Paulista - Agosto a Setembro/2016

_Av. Paulista - Julho/2017

_Mostra Do Bolso À Praça, Cia Trupé de Teatro, Sorocaba - Setembro / 2017

_SESC Parque Dom Pedro II - Outubro/2017

_Festival de Inverno de Paranapiacaba - Julho/2019

_SESC Osasco - Novembro/2019

Direção: Erika Coracini

Dramaturgia: Alexandre Krug

Atores Criadores: Ana Carolina Casagrande, Cilá Fonseca, David Carolla, Felipe Romon e Rafael Caldas

Coro Contra-regra: Carolina Moreira, Rafael Carvalho

Direção Musical e Trilha Sonora: Charles Razl Gravação e Mixagem: Rafael Agra

Preparação Corporal: Ísis Marks

Figurino: Ivan Zancan e Felipe Romon

Registro em vídeo: Camilla Martinez e Edgar Salazar

Edição teaser: Camilla Martinez

Criação Gráfica - Logo: Casadalapa

Fotos: Alexandre Krug

Produção: Alexandre Krug

...ENTRE ESPERAS... é um espetáculo de rua itinerante sobre nossa relação com o Tempo, concebido para parques ou praças e as ruas ao redor. Entre o ruído da rua e o silêncio do parque, diferentes narratividades trazem para a cena as Esperas cotidianas e da existência. Estreado em 2016 em processo de ocupação artística do Parque Trianon, em São Paulo, ...ENTRE ESPERAS... tem dramaturgia inspirada em Nélida Piñón, Barthes, Cortázar, Borges, Ferreira Gullar, Mishima, Beckett e Qorpo-Santo, e música original de Charles Raszl, transitando entre o teatro de rua e a dança, a performance e o drama, buscando um espectador participativo e sua apropriação dos espaços públicos de convivência, despertando seu olhar para as diferentes dimensões do Tempo na cidade e na vida de cada um.

 

...ENTRE ESPERAS... já realizou várias temporadas no Parque Trianon / Av. Paulista, além de apresentações no Sesc Parque Dom Pedro II, na Mostra da Trupé de Teatro de Sorocaba, no Festival de Inverno de Paranapiacaba, entre outros lugares, adaptando-se e dialogando sempre com cada novo espaço e sua população.

 

O espetáculo também pode ser realizado em áreas de convivência / espaços alternativos que permitam itinerância.   

 

                                                                                                      SINOPSE:

 

O que é afinal "saber esperar"? Qual espera é estagnada e qual transforma a realidade? Que grandes Esperas vivem na cidade? ...ENTRE ESPERAS... intromete-se no fluxo do cotidiano e convida a uma vivência itinerante em relação com espaço e o tempo. Seguindo diferentes fios pelo labirinto da escuta e da memória, entre o silêncio “interior” e o tumulto “exterior”, flagramos um sem-fim de Esperas em plena pulsação, como o homem que “sabe esperar como ninguém”, um coro de Amantes Anônimos em seu idílio, um vigilante que registra todos os detalhes, um homem que nos conta como se tornou imortal, motoristas presos num colossal engarrafamento na estrada, um casal que se reencontra após 10 anos, uma sala de espera e seu cortejo de esperanças. Entre uma espera e outra, a vida se dá e continua, em constante ruptura.

  • Facebook Black Square
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube Black Square