Artistas Convidados

Carolina Moreira

Atriz

Atualmente está cursando o último ano de Bacharelado em Teatro na Escola Superior de Artes Célia Helena. Fez o curso de interpretação para teatro no ETA- Estúdio de Treinamento Artístico (2010) e participou do curso extensivo de Campo de Visão - prática improvisacional de treinamento para o ator - ministrado pela Cia. Elevador de Teatro Panorâmico (2012). Como estagiária em assistência de direção, acompanhou o processo de criação da peça “Psicose 4:48”, com direção de Marcelo Lazzaratto (2012). Estagiou também na área de iluminação na ESCH - Escola Superior de Artes Célia Helena e fez operação de luz na peça “Ecos de Outras Eras”, em Cartaz na Estação 574 (2012). Como atriz, fez peças como “Mais um pecado”, dirigida por Lilian Bites de Castro (2010); “Contos que Cantam sobre Pousospássaros”, de Cláudia Schapira, pelo projeto Conexões, dirigida por Daves Otani (2011); “Millôr em Três Atos”, dirigida por Daves Otani (2011); “Publicamente Privado”, dirigida por Simoni Boer (2012) ; “Gota d’água” (2012), dirigida por Guilherme Sant’anna; “Histórias do Senhor Keuner” (2013), de Bertolt Brecht, dirigida por Marco Antônio Rodrigues; e “Sem Palavras” (2013), da Penélope Cia de Teatro, dirigida por Erika Coracini.

David Carolla

Ator | DRT 31646

Ator com formação pela Recriarte Actor School e dublador pela Dubrasil, além de cursos e oficinas com diversos profissionais (Giovani Foresti, Studio Fátima Toledo, Alvaro Assad, Luis Louis, entre outros), atuou nos espetáculos “O Minuto Depois”, com direção de Adriana Azenha, “7 Minutos” (de Antonio Fagundes) e “A Moratória” (de Jorge Andrade), com direção de Valéria Lauand, “Crise do Teatro” (de Jacques Roubaud) com direção de Samir Signeu, “Vem Buscar-me Que Ainda Sou Teu”, com direção de Péricles Martins, “Garden Now”, com texto e direção de Adriana Azenha, “O Longo Caminho Que Vai de Zero a Ene”, com texto de Timochenco Wehbi e direção de Wanderley Damaceno, “Sem Palavras” com texto de Alexandre Krug (baseado em contos de Mia Couto) e direção de Erika Coracini, “A Jornada de Orfeu” com direção de Patrícia Teixeira.Atuou ainda em filmagens de curtas-metragens e no programa de televisão Selva Corporativa do Canal Ideal, e apresentou o programa Soundtrack, na TV Rock. Participou do FECT 2008 – Festival de Curtas de Teatro de Osasco, apresentando fragmentos de Mulher Judia (de Bertold Brecht), obtendo Prêmio de Melhor Figurino e FECT 2009, com O “Minuto Depois” e “Garden Now”, com prêmios de Melhor Espetáculo, Melhor Texto Original, indicação para Melhor Ator e Melhor Diretor. Foi premiado como Melhor Ator no Festival de Teatro Cidade de São Paulo de 2011, com o espetáculo “O Minuto Depois”, e em 2014 com o espetáculo “O Longo Caminho Que Vai de Zero a Ene”.

Paula Carrara

Atriz e Preparadora Vocal | DRT nº 5250 - SP

Atriz, atualmente pós-graduanda da Escola de Comunicações e Artes com o projeto de mestrado “Voz e Escuta - Reflexões e Processo de Criação”, sob a orientação do Prof. Dr. Antonio Januzelli. Responsável pelo trabalho sobre a voz nos espetáculos “Origem/Destino”, projeto da Cia. Auto-retrato (contemplado pelo Fomento ao Teatro da cidade de São Paulo-2012), “Ulisses, Molly, Bloom – Dançando para adiar”, da Cia. estrela d’Alva contemplado pelo Proac – Espetáculo Inédito 2012) e “Quando Não Se Pode Fazer O Que Se Deve, Deve-Se Fazer O Que Se Pode”, da Cia. C.G.I. (contemplado pelo PROA Primeiras Obras, 2013).Coordena o trabalho de voz também no “Experimento Finnegans”, projeto em parceria com a Cia Estrela d’Alva e Quarteto à Deriva realizado no Centro Cultural São Paulo (2013) e na da oficina “Figuras do Cavalo-Marinho”, coordenada pela Cia. Mundurodá (Residência Artística na Câmara de Cultura – 2010). Em 2012 ministra a disciplina “Poéticas do Corpo e da Voz” no curso de graduação em Artes Cênicas da USP como professora convidada. Atua na preparação vocal Coordenou o trabalho de voz das turmas de formandos da Fundação das Artes de São Caetano nos espetáculos “Iepe” (2013), “Trabalhos de Amor Perdidos” (2012), “Arritima” (2011) e “O que não disseram” (2010). Coordena a oficina “Corpo-Voz na Cena” (2011) e “Preparação Vocal para Atores” (2009) na Oficina Cultural Oswald de Andrade e “Técnica Vocal para o Ator” (2009) na Oficina Cultural Amázio Mazzaropi. Recebe em 2013 o apoio do Ministério da Cultura para participar de um workshop sobre a voz no Centro Roy Hart (França) e em 2008, contemplada pelo mesmo Programa, participa do III Encontro Pedagógico Internacional “Vocis Vocalis” sobre a voz em cena. Além disso, realiza workshops com: Christopher Moffett (Nucleo Ausencia em Cena 2013), Anatolij Vassiliev (Teatro Del Valle/ Roma – Italia 2012), Thomas Richards (Workcenter of Jerzy Grotowski and Thomas Richards – ECUM Belo Horizonte 2011), François Kahn (O trabalho de Jerzy Grotowski – TUSP 2009), dentre outros.

Renata Asato

Atriz | DRT nº 37270 – SP

Atriz, pós-graduanda em “Corpo: Dança, Teatro e Performance” pela Escola Superior de Artes Célia Helena (2014), bacharela em Teatro pela mesma instituição (2012). Foi aluna-pesquisadora bolsista FAPESP com o projeto de iniciação científica “O Teatro Sagrado: entre o ritual e o fenômeno teatral” (2012), com orientação de Bete Dorgam. Também graduada em Comunicação Social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (2009), onde iniciou sua formação artística com o Grupo de Teatro Tangerina (2004-2009). É atriz do espetáculo “ODISSEIA”, do Estúdio da Cena, com direção de Marco Antonio Rodrigues e dramaturgia de Samir Yazbek e grupo (2012-2014) e da peça “Sem Palavras”, da Penélope Cia de Teatro, com direção de Erika Coracini e dramaturgia de Alexandre Krug (2013-2014). Trabalhou como assistente de direção da montagem da peça “Nossa Senhora das Nuvens”, de Aristides Vargas, dirigida por Erika Coracini (2013). Atuou no espetáculo “Larilará Macunaíma Saravá”, com direção de Dagoberto Feliz e dramaturgia de Marcos Barbosa, com o qual participou do FESTURIO 2013. Foi atriz-criadora e idealizadora da peça “Avesso – Um relato íntimo”, com direção de Rubia Reame (2011). Com o Grupo de Teatro Tangerina, atuou nos espetáculos: “Entre Romeus e Julietas” (2008), adaptação da obra de William Shakespeare; “Os Físicos” (2007), de Friedrich Dürrenmatt; “Quando Apenas Detalhes” (2005), criação coletiva; e “Notas do Humano Sobre Impressões do Ser ou 17 Corpos em Exercício Cênico” (2004), criação coletiva; todas dirigidas por Otavio Dantas e Rubia Reame. Participou da residência artística de dança “Gesto, partitura e paisagem” com Morena Nascimento (Festival de Arte Serrinha – 2014); cursou o Laboratório Dramático do Ator com Antônio Januzelli (Quintal de Criação – 2010); estudou interpretação para cinema com Flavio Rocha (Studio Fátima Toledo – 2009); e praticou dança moderna com o Método Martha Graham sob a direção das irmãs Claudia e Cristiana de Souza (Cia Danças – 2005/2006).

Please reload

  • Facebook Black Square
  • Instagram - Black Circle
  • YouTube Black Square